Tiririca é condenado por parodiar música de Roberto Carlos em propaganda eleitoral

Redação Portal IMPRENSA | 19/03/2015 14:30
A 21ª Vara Cível de São Paulo condenou o deputado federal Tiririca (PR-SP) e o diretório regional do Partido da República (PR) pela paródia da canção "O Portão", de Roberto e Erasmo Carlos, utilizada na propaganda eleitoral de 2014. Ainda cabe recurso.

Crédito:Reprodução
Segundo juiz, Tiririca não poderia ter usado paródia em campanha eleitoral

De acordo com o Estadão Conteúdo, o juiz Márcio Teixeira Laranjo, que deu a sentença na última sexta-feira (13/3), considerou que paródias têm caráter humorístico. "Constata-se que a canção integrou publicidade eleitoral veiculada em emissoras de televisão, não em programa de humor. Alterou-se a letra da música com o objetivo de atrair eleitores para o candidato e para seu partido político, ou seja, chamar de algum modo a atenção do eleitor para, quem sabe, merecer seu voto", pontuou.

No horário eleitoral do ano passado, o candidato à reeleição fez uma imitação do cantor, com alusões à propaganda que ele fez da empresa frigorífica Friboi. Em vez de "Eu voltei/ Agora pra ficar/ Porque aqui é o meu lugar', Tiririca cantava 'Eu votei/ de novo eu vou votar/ Tiririca, Brasília é o seu lugar".

Assista ao vídeo:



Leia também