Com reformulação na grade, Record News demite 70% da redação

Vanessa Gonçalves | 05/11/2012 16:20
Nesta segunda-feira (5/11), a assessoria de imprensa da Record anunciou que, após 5 anos, a Record News passará por uma reformulação em sua grade de programação, tornando o canal "estritamente jornalístico". Sendo assim, a programação priorizará as principais informações do dia.

Leia também


De acordo com a emissora, a mudança visa adequar o primeiro canal de notícias em TV aberta ao "novo momento de comunicação no País".

Crédito:Divulgação
Andrea Beron não faz mais parte dos quadros da Record News
IMPRENSA apurou que 70% da redação do canal, ou seja, cerca de 30 jornalistas, foram demitidos em razão da reformulação da grade da emissora. Entre os destituídos estão estagiários e apresentadora Andrea Beron, que dividia a bancada do "Jornal da Record News" com Heródoto Barbeiro. Há informação de que novos cortes acontecerão em breve entre os funcionários da área técnica.


De acordo com a Record - que não confirma as demissões - a reformulação busca atender aos telespectadores que buscam informação 24 horas por dia em televisão aberta e gratuita no Brasil.  A emissora manterá o "Jornal da Record News" sob o comando de Heródoto Barbeiro, que contará com a participação de comentaristas como os jornalistas Ricardo Kotscho e Nirlando Beirão.