Jornalistas do Grupo RBA conseguem aumento salarial e encerram greve no PA

Redação Portal IMPRENSA | 30/09/2013 13:30
Na noite da última sexta-feira (27/9), o Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará e o Grupo RBA firmaram um acordo que encerra a greve dos funcionários da empresa. Os trabalhadores do Diário do Pará, Portal Diário Online e TV RBA conseguiram aumento no piso salarial que passa dos atuais R$ 1.000 para R$ 1.300 a partir de outubro.

Crédito:Reprodução/Facebook
Jornalista conseguiram aumento do piso salarial no Pará

Em abril de 2014, o mesmo piso será elevado para R$ 1.500. Os jornalistas ainda garantiram a reposição integral da inflação acumulada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), no período de 2012 e 2013, para quem não ganha o piso; garantia de estabilidade de 45 dias; pagamento dos dias parados; e compensação em até três meses dos dias em que os funcionários estiveram em greve.

"Saímos vitoriosos desta luta”, comemorou a presidente do sindicato, Sheila Faro. “Mostramos para o Brasil que só com a união e a força da categoria conseguiremos assegurar nossos direitos. Há 26 anos não se via uma manifestação desta magnitude. Os jornalistas paraenses mostraram seu verdadeiro valor.”

A paralisação havia sido deflagrada no dia 20 de setembro. Desde então, atos públicos eram realizados diariamente às 17h, na frente da empresa. 

A iniciativa começou com a campanha “Jornalista Vale Mais”, que levou os profissionais paraenses para a rua. "Esse movimento aliado à coragem dos trabalhadores do Grupo RBA, mostrou para sociedade todos os problemas enfrentados pela categoria dentro das redações. Os jornalistas estão de parabéns", disse Sheila.

“Fizemos dois protestos em frente à empresa, mas os jornalistas queriam mais e decidiram pela greve. Tudo isso servirá de parâmetro para as futuras negociações com os jornalistas que trabalham em outros veículos de comunicação. Mais uma vez a história comprova que só existe vitória por meio da união”, concluiu a presidente.