"Correio Braziliense" dispensa seis jornalistas; cortes contabilizam 36 funcionários

Alana Rodrigues* | 15/10/2013 11:00

Correio Braziliense dispensou, na tarde da última segunda-feira (14/10), seis jornalistas de sua redação. Se consideradas outras áreas, os cortes já atingiram 36 profissionais.


Crédito:Reprodução
Segundo o jornal, cortes fazem parte da reestruturação do diário

De acordo com o jornal, as demissões fazem parte de uma reestruturação do veículo, que não pretende estender o número de desligamentos. Ainda segundo o Correio, a redação foi a área menos atingida dos cortes. 


Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) repudiou as demissões. Para a direção do SJPDF, a atitude revela a falta de consideração e respeito com os profissionais.


A associação, além de exigir que jornal não dê procedência ao ato e que os cortes sejam revistos, condenou qualquer tipo de retirada de direitos ou acúmulo e desvio de funções ou sobrecarga de trabalho, com base na alegação de “reestruturação” ou “otimização da mão de obra”.


O Sindicato colocou seu departamento jurídico à disposição dos demitidos para garantir que todos os direitos sejam sustentados, pontuando que vai agir para que o caso seja revertido. “Não vamos aceitar que os trabalhadores sejam, mais uma vez, penalizados”, informa o texto.


*Com supervisão de Vanessa Gonçalves


Leia também

- TVT e “ABCD Maior” iniciam cortes de 30% da redação
- Jornalistas gregos decretam greve contra fim de veículos estatais e cortes de funcionários
- Jornalistas de TV pública fechada pelo governo grego continuam a noticiar pela internet