Projeto de jornalista e designer revela um novo olhar sobre o continente africano

Alana Rodrigues* | 08/11/2013 17:00

Com a ideia de mostrar um lugar pouco conhecido e cercado de estereótipos do lado de fora de suas fronteiras, a jornalista Flora Pereira e o designer Natan de Aquino resolveram traçar um outro perfil de oito países do sul e leste da África para revelar a identidade e pluralidade do continente.


Crédito:Afreaka
Projeto ganha segunda etapa com oeste do continente africano

Após o sucesso da primeira temporada, eles preparam a segunda parte da expedição, desta vez pelo lado oeste e com seis meses de apuração.


O resultado da primeira parte do trabalho pode ser visto no site Afreaka, que hoje traz mais de 90 reportagens, diversas ilustrações, vídeos e fotografias sobre o universo de tendências, música, literatura, arte, culinária, arquitetura, projetos sociais, moda, cultura jovem e tradições do povo africano.


“É um projeto longo e ao mesmo tempo curto porque o interesse em África já existia há muito tempo. Eu fiz especialização em estudos africanos, estudei documentário, cinema e literatura africana durante a faculdade”, conta Flora.


A jornalista explica que a ideia do projeto ocorreu em dois momentos. O primeiro foi por conta de uma viagem que fez com Natan para Marrocos, em 2009. Segundo ela, foi um choque se deparar com um país tão diferente do retratado pela grande mídia. O outro seria pela visão estereotipada da população. “Às vezes, as pessoas tinham um olhar um pouco fechado ou acabavam vendo sempre do mesmo, a intenção era mudar esse olhar”, diz.


Flora conta que os africanos foram bastante receptivos, ajudando inclusive, na seleção de conteúdos. “A gente tentou trazer um olhar horizontal para dentro das matérias, tanto nas pautas, quanto na linguagem estética. Há muita coisa para mostrar”, explica.


A dupla utilizou o crowdfunding, também conhecido como financiamento coletivo, para dar vida ao projeto. Com o site no ar, surgiram convites para palestras e exposições, principalmente em São Paulo (SP).


Para a nova  temporada, a jornalista e o designer vão preparar, além de reportagens, novas seções para o site como uma parte dedicada a notas e artigos, uma página colaborativa para quem quiser mandar artigos sobre cultura africana e dicas de artistas e eventos ligados ao tema.


Veja algumas imagens:




* Com supervisão de Vanessa Gonçalves


Leia também

- “El País” programa lançamento de versão brasileira para o fim de novembro

- Seminário no Google marca início de projeto de capacitação da imprensa regional brasileira

- R7 cria portal com conteúdo exclusivo para o Triângulo Mineiro