Após supostamente demitir funcionários por idade, Infoglobo será julgada

Redação Portal IMPRENSA | 13/03/2014 12:30
A 24ª Vara do Trabalho vai julgar, na próxima terça-feira (18/3), a ação civil pública contra a Infoglobo por discriminação de funcionários por idade. Uma investigação da 1ª Procuradoria do Trabalho indicou que a empresa, que edita os jornais O GloboExtra e Expresso, demite funcionários, muitos deles jornalistas, que chegam aos 60 anos. 

Crédito:Divulgação
Empresa nega acusação de demitir funcionários sexagenários

De acordo com o Sindicato dos jornalistas Profissionais do Rio de Janeiro, durante a apuração, o Ministério Público do Trabalho recolheu depoimento de dezenas de trabalhadores, de diferentes áreas, que foram demitidos da empresa na proximidade dos 60 anos ou após começar a receber pelo INSS. 

A investigação apontou ainda que apenas os profissionais mais conhecidos, como colunistas, são poupados dos cortes por idade. O processo movido pela Procuradoria do Trabalho desde 2010 solicita a multa de R$ 5 milhões, além de exigir que a empresa se comprometa a parar de desligar os funcionários. A Infoglobo, no entanto, nega as acusações.