Site disponibiliza documentos americanos sobre a ditadura no Brasil

Redação Portal IMPRENSA | 26/03/2014 13:00
A partir desta quarta-feira (26/3), pesquisadores da Universidade Brown (EUA) e Estadual de Maringá (UEM) iniciam o projeto "Opening the Archives" (abrindo os arquivos), site que disponibilizará um acervo de 9.872 documentos americanos produzidos entre 1963 e 1977 sobre a ditadura militar no Brasil. 

Crédito:Reprodução
Página traz documentos que mostram apoio dos EUA à ditadura brasileira

De acordo com a Folha de S.Paulo, a iniciativa é resultado de uma parceria entre as universidades, que digitalizaram e indexaram o material do Departamento de Estado e da CIA. Até o momento, o site tem cerca de 2.000 documentos. O acervo ficará totalmente disponível até o dia 10 de abril, quando será lançado oficialmente durante simpósio da Brown sobre a ditadura.

"O projeto oferece a possibilidade de uma análise mais detalhada sobre os contatos cotidianos entre os americanos e os brasileiros que assumiram o poder em 1964", disse o historiador James Green, da Brow.

Segundo ele, será possível promover um acompanhamento mais exato sobre como Washington apoiou e, por vezes, criticou as novas políticas dos governos de Castello Branco, Costa e Silva e Médici.

A digitalização foi feita por 12 pesquisadores americanos e brasileiros que passaram três meses em Washington. O custo de US$ 75 mil foi bancado pelas duas universidades. O historiador estima que a segunda etapa custará US$ 50 mil, entretanto, ainda não há financiamento.

Leia também