Jornalista da Globo passa 24 horas em presídio para reportagem do "Fantástico"

Redação Portal IMPRENSA | 28/04/2014 19:00
Foi ao ar no último domingo (27/4), no "Fantástico", da Globo, uma reportagem especial da jornalista Lizzie Nassar, gravada em abril deste ano. A repórter mostrou os detalhes das 24 horas que passou dentro de um complexo de segurança máxima, em Catanduvas (PR), como uma das presidiárias. O local, onde jamais foram registradas fugas ou rebeliões, é o mesmo onde se encontra o ex-traficante Fernandinho Beira-Mar.

Crédito:Reprodução
Repórter viveu dia como presidiária

A matéria mostrou em 12 minutos o que acontece no complexo, desde o momento da prisão até o momento em que o criminoso é libertado. Após ser "presa" de surpresa pela Polícia Federal enquanto dirigia a caminho do presídio, Lizzie passou por todos os procedimentos pelos quais os demais presos passam.

Ela foi algemada, usou o uniforme dos detentos, respondeu ao questionário padrão - com perguntas como "Tem alguma filiação a alguma quadrilha?" e "Conhece algum dos presos?" - e dormiu isolada em uma cela de seis metros quadrados, com apenas uma câmera particular para registrar o que acontecia longe do cinegrafista que a acompanhava. "É desesperador", registrou a repórter em certo momento.

Apesar de a comunicação entre os detentos não ser permitida, Fernandinho Beira-Mar tentou conversar com a repórter durante a noite. O único período em que ela pôde deixar a cela foi para o banho de sol. A reportagem, que pode ser vista na íntegra neste link, foi o destaque da reformulação editorial que o programa estreou no último domingo.

Leia também