Repórter do Terra é ameaçada por sindicalista em ato de apoio a Aécio Neves

Gabriela Ferigato e Alana Rodrigues* | 21/08/2014 09:30
A jornalista Janaina Garcia, do portal Terra, foi ameaçada por um sindicalista na saída de um ato organizado pela Força Sindical em apoio ao candidato à Presidência da República Aécio Neves, do PSDB.

Crédito:Divulgação/Campanha Aécio Neves
Jornalista foi agredida durante cobertura da campanha de Aécio Neves em SP


Durante a confusão, o homem apenas disse ser sindicalista, secretário da Força Sindical na Paraíba, mas negou fornecer seu nome. A agressão foi registrada pela repórter. "Eu quero que você se f.... Só não meto a mão na sua cara porque você é mulher", declarou. 

À IMPRENSA, a jornalista relatou que o sindicalista iniciou a ameaça quando ela pediu que ele parasse de empurrá-la. Janaína explicou que não tomará medidas judiciais, pois não sabe a identidade do agressor. 

A organização do evento deduziu que seria o suplente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul, Eliézer Alvino Gomes, uma vez que se disse da Paraíba. "Não vi se mais gente foi ameaçada. Foi muito tumultuado", acrescentou.

O ato ocorreu no momento em que Aécio Neves saía do palanque na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, região central de São Paulo (SP). Alguns jornalistas foram proibidos por seguranças e sindicalistas de acompanhar o político.

* Com supervisão de Vanessa Gonçalves.

Leia também