"Pânico" e "CQC" interrompem ato público de Aécio Neves em Santos (SP)

Redação Portal IMPRENSA | 04/09/2014 17:00
O candidato do PSDB à Presidência da República Aécio Neves interrompeu um ato público em Santos (SP) na última quarta-feira (3/9) em razão da presença dos humoristas dos programas "Pânico" e "CQC", da Band. A presença dos repórteres teria causado tumulto e cancelado a caminhada que o ex-governador faria pelo centro da cidade.

Crédito:Divulgação
Humoristas causaram confusão e candidato interrompeu campanha em Santos (SP)

Segundo o Zero Hora, Aloysio Nunes, vice de Aécio, chegou a discutir com um dos integrantes do "Pânico". Em seguida, uma entrevista coletiva improvisada acabou gerando um princípio de tumulto. Uma mulher chegou a ser derrubada pelos empurrões e quase foi pisoteada por profissionais da imprensa que acompanhavam o ato.

A confusão continuou quando Aécio tentou entrar numa lanchonete. Diante da insistência dos humoristas, o candidato decidiu entrar em um carro e deixar o local, seguido pelo governador de São Paulo Geraldo Alckmin e Aloysio Nunes. As assessorias dos programas não quiseram comentar o caso.

Leia também