Mulher segue conselhos de revistas femininas por 30 dias e conta resultado em fanpage

Jéssica Oliveira | 26/09/2014 14:00
“As revistas desvendam as aspirações femininas e traçam planos assertivos: shakes caseiros. Ervas que secam. Projeto verão. Projeto pré-verão. Azeite, seu aliado. Os males do glúten. Fique magra e sexy. Dieta líquida. Superfrutas. Dieta dos florais. Isso folheando apenas 3 revistas. Desse mês”. Assim começa um dos posts na fanpage “Projetorevistaclaudia”, criada por uma mulher que resolveu, por 30 dias, fazer tudo que as revistas femininas sugerem.
Crédito:Reprodução
Mulher decidiu seguir por 30 dias as sugestões das revistas Cláudia, Nova, Elle e Glamour
Vanessa Mathias, de 35 anos, é diretora de pesquisa de mercado na área de mídia, conteúdo e tecnologia e blogueira de viagens no Chicken or Pasta. A ideia do projeto surgiu em uma conversa de bar com amigas, falando sobre o que gostaria de começar na segunda-feira. “Todas nós sabemos que tudo o que você acha que fará no futuro, é impossível. A pergunta é: e se você realmente tentasse? O que é possível? O que é impossível, e, principalmente, o que vai fazer você mais feliz?”, afirma.

Decidida a fazer o teste, Vanessa criou a fanpage. Na página, atualizada em média quatro vezes por semana, ela usa o bom humor para descrever a sua rotina condicionada às sugestões para trabalho, beleza, saúde, sexo e alimentação das revistas 
CláudiaNova, Elle e Glamour.

Em um post ela conta como foi a meditação "para ficar Zen", sugerida por Cláudia. “Cada um cantava ou entoava seus desejos de felicidade e amor ao outro. Até eu: ateia, cética, incrédula, sarcástica e todas aquelas outras qualidades bem-vistas pelo demo, sinto a energia positiva vibrando no local. Foram quarenta minutos sobre a capacidade do ser humano de fazer fotossíntese e viver de luz. E desenvolver a consciência prânica. Isso mesmo. (leia de novo)”, escreveu.

Em outro, ela narra a saga para seguir o conselho da Nova: “Comece a assistir pornô e tenha o melhor sexo da sua vida”. “Não entendo exatamente como funciona a promessa. Os supermasters do sexo têm um radar para saber quais mulheres veem pornô, para chegar-chegando na balada? Ou você teria que ser explícita e colocar no CV “Oi, meu nome é Vanessa, falo 3 línguas, nível avançado de Microsoft Excel e vejo pornô”, postou.
Crédito:Arquivo pessoal
Vanessa no dia em que seguiu a dica "brinque com as estampas" da revista Cláudia
Mais difícil que experimentar coisas novas tem sido encontrar tempo para cumprir a agenda “da mulher da revista”. “Acorda na hora, 9 cremes, suco detox, café sem carboidrato, personal trainer, look ‘power para arrasar’, banho energizante  de óleos essenciais, creme de novo, ‘acessórios tribais estão em alta’... E isso ainda nem é 9 da manhã. Onde consigo encaixar o ‘Invista no spa para as mãos’? E o ‘sexo sem vergonha – 100 ideias para enlouquecer seu homem’?”, explica.

Prestes a completar o primeiro mês do projeto (que terá dois e a participação das leitoras da página), Vanessa já conseguiu algumas respostas para si mesma. Do lado negativo, a autora teve três crises de hipoglicemia, uma delas mais séria por tentar seguir a rotina de exercícios, e viu sua anemia piorar. Do lado positivo, ela tem experimentado uma série de coisas novas com escalada e descoberto uma "criativa chef-pró-saúde na cozinha". 

A página vai continuar no ar ao final do mês e a partir de 1º de outubro, as regras mudam. “Além de eu mesma, vou desafiar as leitoras a também cumprirem as reportagens e postarem fotos”, conta. Segundo a autora da página, ela não foi procurada por nenhuma revista que menciona no projeto. 
Crédito:Arquivo pessoal
Vanessa postou a selfie feita durante uma escalada
Leia também