Ministro suspende veiculação de informe publicitário do governo de MG em jornal

Redação Portal IMPRENSA | 23/10/2014 10:30
O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga concedeu liminar para suspender a veiculação de informe publicitário no jornal O Estado de Minas do Governo de Minas Gerais (MG) que, supostamente, beneficiava o candidato à presidência pelo PSDB Aécio Neves.

Crédito:Reprodução
Para o TSE, informe publicitário descumpria a Lei das Eleições

De acordo com o TSE, o informe foi divulgado no último fim de semana e continha informações sobre a situação do piso salarial dos professores mineiros. A medida atende ao pedido da Coligação "Com a Força do Povo" e da candidata petista Dilma Rousseff.

A coligação e a a presidente argumentaram que o governador do Estado Alberto Pinto Coelho Júnior teria utilizado estrutura da Secretaria de Comunicação do Estado e recursos públicos para elaborar a peça.

O ministro ponderou que não ficou comprovada a real participação dos funcionários públicos na produção da propaganda irregular, entretanto, disse que, ao ler o jornal, concluiu que houve irregularidade prevista na Lei das Eleições.

Leia também