"O Globo" passa a integrar consórcio que investiga contas do caso SwissLeaks

Redação Portal IMPRENSA | 12/03/2015 14:00
O jornal O Globo anunciou nesta quinta-feira (12/3) que faz parte do consórcio internacional que investiga as contas numeradas do HSBC na Suíça - escândalo que ficou conhecido como "SwissLeaks". A publicação divide as apurações com o jornalista Fernando Rodrigues, blogueiro do UOL.

Crédito:Reprodução
Jornal carioca é o único veículo impresso brasileiro com acesso aos documentos do caso

A lista com os nomes de 106 mil clientes, de 203 países, que mantêm contas sem identificação no banco suíço foi obtida em primeira mão pelo jornal francês Le Monde. Em seguida, os dados foram compartilhados com o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês), do qual O Globo e Rodrigues fazem parte.

O ICIJ seleciona quais veículos ou jornalistas terão acesso à lista do SwissLeaks. Na apuração, atuam 163 profissionais de 51 países. De acordo com Rodrigues, o acervo conta com mais de 8 mil nomes de pessoas ligadas ao Brasil. A relação completa dos clientes do HSBC não é divulgada na íntegra porque "só devem vir à luz os casos em que há interesse público pela informação", segundo a entidade.

Leia também