Atrizes de série do Netflix ficam irritadas com perguntas de Rafael Cortez em entrevista

Redação Portal IMPRENSA | 18/06/2015 11:00
A entrevista do humorista Rafael Cortez, do "CQC", com as atrizes Uzo Aduba, Natasha Lyonne e Samira Wiley, da série americana "Orange Is the New Black", do Netflix,  ganhou repercussão na internet por conta das perguntas consideradas "machistas".

Crédito:Reprodução
Atrizes ficaram surpresas com as perguntas machistas

Protagonistas de uma trama que conta a história de mulheres encarceradas, as atrizes foram questionadas sobre a suposta necessidade de um “homem de verdade” na série para fazer coisas que mulheres não conseguiriam fazer na prisão. 

“Mas nós temos homens lá dentro. Temos o Bennet”, ia respondendo Uzo Aduba quando o apresentador a interrompeu: “Estou falando de um homem de verdade. Arrgh (sic). Você já viu meus músculos?”. O trecho é finalizado apenas com uma risada da atriz.

Na sequência, Cortez conversa com Natasha e Samira. As perguntas também não agradaram as atrizes. “Trabalhar com mulheres bonitas como vocês, duas mulheres lindas. É difícil atuar principalmente ‘naqueles dias’?, arriscou. “O que você quer dizer? Por causa da beleza?”, cortaram elas.

“É, naqueles dias que vocês ficam mais bravas, mais furiosas…”. “Acho que existem alguns estereótipos do que mulheres fazem no set. Mas não acontece com a gente”, disse Samira Wiley. Lyonne ficou em silêncio por mais tempo para depois disparar: “É que eu não consigo nem responder. Acho que é uma pergunta acidentalmente misógina”, afirmou.

Assista ao vídeo:


Leia também