TV Senado demite 40% dos funcionários terceirizados; sindicato repudia os cortes

Lucas Carvalho* | 13/05/2014 16:45
O sindicato dos jornalistas do Distrito Federal (SJPDF) divulgou nesta terça-feira (13/5) uma nota de repúdio ao corte de funcionários promovido pela TV Senado, que chegou a demitir cerca de 40% de seus 213 trabalhadores terceirizados.

Crédito:Reprodução
Emissora confirmou a decisão de demitir os funcionários

À IMPRENSA, a emissora confirmou o corte, mas não explicou os motivos para a ação. O canal alega que seus diretores estão reunidos com os senadores para discutir e reavaliar a decisão. No entanto, até o momento, as demissões estão mantidas.

"A diretoria do SJPDF repudia a atitude de desrespeito aos trabalhadores da emissora e a forma como a decisão foi tomada pela direção dessa casa do Legislativo, ainda por cima sem consulta às entidades sindicais dado o número de cortes", diz a nota. O sindicato afirma também que pretende tomar medidas legais "para que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados".

Em março, uma reportagem da Folha de S.Paulo apurou que funcionários da TV Senado relatavam abandono de instalações e más condições de trabalho, com equipamentos sucateados e problemas estruturais.

* Com supervisão de Vanessa Gonçalves

Leia também