Vice-presidente do PT elabora "lista negra" de jornalistas chamados de "pit bulls" da mídia

Danúbia Paraizo e Rodrigo Alvares | 18/06/2014 15:45
Em artigo publicado na última segunda-feira (16/6), no site do PT, Alberto Cantalice, vice-presidente do partido e coordenador de redes sociais da legenda, fez duras críticas aos chamados por ele de “pit bulls da mídia”.

Na "lista negra", o político cita jornalistas como Arnaldo Jabor, Reinaldo Azevedo, Demétrio Magnoli, entre outros, além de humoristas, como Danilo Gentili e Marcelo Madureira, classificando-os como agentes que fomentam o ódio e que “estimulam setores reacionários e exclusivistas da sociedade brasileira a maldizer os pobres”.

No texto "A desmoralização dos pitbulls da mídia", Cantalice afirma que tais profissionais da mídia são contra as cotas sociais e raciais; as reservas de vagas para negros nos serviços públicos, e que defendem o fracasso da Copa do Mundo no Brasil.

Crédito:Divulgação
Cantalice chamou jornalistas e humoristas de "pit bulls da mídia"
Diante das declarações, a reação foi imediata. Marcelo Madureira, integrante do “Casseta & Planeta”, respondeu em vídeo, por meio do YouTube, divulgado em seu perfil do Facebook. O humorista afirmou ser contra o PT, mas não contra os pobres. “Eu sou a favor de um Brasil melhor, sou contra a demagogia, contra um partido que rouba e que é aliado de Paulo Maluf, José Sarney, Collor, entre outros. Se você quiser, pode vir buscar meu escalpo aqui. Vem que eu não tenho medo, não”.
Crédito:Reprodução/ Facebook
Madureira se defendeu das críticas em vídeo no Facebook
Também no Facebook, Gentili respondeu às críticas, dizendo que a caça às bruxas começou. Por meio da sátira, sua marca registrada, o apresentador do "The Noite", exibido pelo SBT, chamou a atenção de seus leitores. “O PT colocou em seu site que quer a minha cabeça - e também a de outros jornalistas e artistas que cometeram o terrível crime de discordar deles. Portanto, se você tem um cérebro e é alfabetizado, cuidado, você pode ser o próximo”.

O apresentador ressaltou ainda que é real que o PT está oficialmente encorajando seus eleitores a agredi-lo e hostilizá-lo pelas ruas. “Dá até medo. Se os eleitores do PT conseguiram f*der um País inteiro, imagina o que não podem fazer comigo”.
Crédito:Reprodução/ Facebook
Gentili acusou Cantalice de estar encorajando as pessoas a agredi-lo
Questionado sobre os possíveis excessos do artigo de Cantalice, que poderia, inclusive, incitar agressões aos profissionais citados, o secretário geral do PT, deputado federal Geraldo Magela, tentou minimizar a situação em entrevista à IMPRENSA. “Não é de agora que os dirigentes têm escrito sobre isso [a imprensa], mas ninguém tinha nominado os jornalistas. Aliás, alguns na lista nem são jornalistas”.

Diante do teor do texto, Reinaldo Azevedo declarou em sua coluna na Veja.com que vai processar os responsáveis por calúnia e difamação pelas acusações que recebeu, e que este seria um "assunto para a Polícia Federal". "Os petistas, saibam os senhores, pedem a cabeça de jornalistas para seus respectivos patrões. O partido tem nas mãos instrumentos para fazê-lo: anúncios da administração direta e propaganda de estatais."