Redator-chefe da "Galileu" fala sobre jornalismo de dados no "IMPRENSA na TV"

Redação Portal IMPRENSA | 25/07/2014 17:30
O "IMPRENSA na TV" desta sexta-feira (25/7) recebeu o jornalista Tiago Mali, redator-chefe da revistaGalileu, da editora Globo. Mali também é coordenador da primeira versão em português do Manual de Jornalismo de Dados, lançado em parceria com a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

O profissional falou sobre as perspectivas do recurso no Brasil e o papel das redações ao dominar mais esse meio de gerar informação. "A gente vive em um tempo em que trabalhar com dados é cada vez mais importante para o jornalista", defendeu.
Crédito:Reprodução
Tiago Mali falou sobre a importância de se trabalhar com dados no jornalismo
Para Mali, é possível encontrar conteúdo interessante para o público utilizando o jornalismo de dados, apesar da "ojeriza" que muitos profissionais sentem ao tema. "A importância de o jornalista tirar sentido desses dados é não ficar para trás", avaliou. "É uma grande vantagem saber olhar para aquilo e enxergar uma boa história."

O jornalista acrescentou ainda que "não é preciso ser um nerd, um geek, ou um cara bitolado" para trabalhar com dados, já que as ferramentas são bem acessíveis. Segundo ele, dominar editores de planilhas, como o Microsoft Excel, é o básico. Além disso, saber usar a internet para criar gráficos interativos, que dão a chance ao público de "contar a própria história", é um diferencial.

Entretanto, ainda falta interesse na grande imprensa pelo assunto. "Não é barato. E nem é só uma questão de comprar equipamentos, etc., mas de tempo mesmo. [...] Você tira o repórter de uma apuração para procurar alguma história naqueles dados e, às vezes, ele nem vai achar", disse. "Jornalismo de dados demanda tempo, dinheiro e vontade".

Mali falou ainda dos principais erros cometidos por muitos veículos ao trabalhar com dados. Ele cita o exemplo de um estudo que determinou que "comer bacon dobra o risco de câncer no esôfago". "Ele só esquece de informar que o risco de câncer no esôfago é de um em cinco milhões. Isto é, passa para dois em cinco milhões se você comer bacon", brinca, lembrando que os jornalistas de dados devem ter tanto cuidado com a apuração das informações quanto em qualquer outra editoria.

O “IMPRENSA na TV” é exibido, ao vivo, pela allTV, com transmissão simultânea pelo Portal IMPRENSA, todas as sextas-feiras, das 15h às 16h. O internauta pode interagir, enviando perguntas em tempo real, usando as hashtags #IMPRENSAnaTV ou #TVdaInternet e também pelo Twitter.

Leia também