Editora Três fecha a revista "IstoÉ Gente", demite jornalistas e encerra departamentos

Vanessa Gonçalves e Lucas Carvalho | 03/03/2015 13:45

Atualizada às 17h30


Nesta terça-feira (3/3), a Editora Três informou aos funcionários o fechamento da revista IstoÉ Gente e a demissão de 20% dos jornalistas de todas as suas redações. A medida afetou principalmente os profissionais que atuavam em regime CLT, permanecendo apenas aqueles contratados em regime Pessoa Jurídica (PJ).


Crédito:Reprodução
Revista já tinha aberto plano de demissão voluntária


A reformulação na editora também desencadeou o fechamento do departamento de revisão e um dos setores de tratamento de fotografias. No total, 26 jornalistas foram desligados até o momento. Porém, os cortes devem continuar durante a semana, quando mais dois títulos — Platinum e Status — também devem ser fechados.


Há exatos 30 dias, IMPRENSA noticiou que a Editora Três tinha aberto um plano de demissão voluntária para os celetistas, cuja meta era reduzir 25% da folha. Além disso, a empresa já estudava o fechamento de alguns títulos, como IstoÉ Gente, Status, Platinum entre outras, consideradas deficitárias.


À época, o Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo (SJSP) repudiou a medida e protocolou uma carta na editora pedindo a suspensão do plano de demissão voluntária e também da validade do prazo para adesão a ele — que findou em 10 de fevereiro. 


Em nota, a editora explicou os cortes. "
A Editora Três comunica que em razão do cenário econômico do país e das condições do mercado editorial nacional, está fazendo ajustes operacionais e reestruturando seu quadro editorial, o que implicou na descontinuidade de um de seus títulos, a IstoÉ Gente, visando a readequação estratégica e crescimento da Editora Três no mercado editorial.


Leia também
Editora Três abre plano de demissão voluntária; meta é reduzir 25% da folha
Em crise, jornal "A Tarde" pode ser negociado para manter suas atividades
- TV Bahia, afiliada da Globo, demite 37 funcionários; sindicato tenta reverter cortes