Jornalista Carlos Augusto de Araújo Lima morre em Teresina (PI), aos 65 anos

Redação Portal IMPRENSA | 30/08/2010 11:19

O jornalista Carlos Augusto de Araújo Lima morreu aos 65 anos, no último sábado (28), em Teresina (PI), após ter sido internado no dia 23 por problemas cardíacos e respiratórios. Lima estava em coma, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do ProntoMed.

Lima havia sofrido três paradas cardíacas e insuficiências renal e pulmonar, e seu estado só havia piorado no decorrer da semana.

O profissional de imprensa era conhecido por suas opiniões polêmicas sobre a corrupção no serviço público. Lima atuou como secretário de Comunicação na capital piauiense, como vereador e já exerceu o cargo de deputado estadual.

Antes de ser internado, o jornalista trabalhava na TV Meio Norte e nas emissoras de rádio Teresina FM, Difusora e Pioneira.

O corpo de Lima foi velado na Assembleia Legislativa do Piauí e sepultado no cemitério Jardim da Ressurreição. O cortejo foi acompanhado pelo governador Wilson Martins e por familiares e amigos do jornalista. "Ele foi, possivelmente, o jornalista mais influente do Piauí. Ele merece todas as honras que está recebendo", disse Martins ao portal Cidade Verde. O governador declarou luto de três dias no estado.

Twitter Facebook Orkut