Rolando Boldrin, o atual “Sr. Brasil”, conta sua trajetória na música e na televisão

Gabriela Ferigato | 03/04/2014 11:00
Há mais de trinta anos, seu programa mudou de nome inúmeras vezes, mas o “Brasil” nunca saiu do título, muito menos da essência. Ele sempre soube que o seu grande projeto de vida seria divulgar a cultura regional brasileira. Durante toda a sua trajetória, Rolando Boldrin defende, com unhas e dentes, o valor de um povo com costumes tão ricos e faz um convite a todos: conhecer um país inexplorado. 

“Eu sonhava com o sucesso. Aliás, eu não sonhava, eu via. Sabia que o meu caminho era esse. A soma de coisas que eu fiz durante a minha vida foi canalizada no meu grande projeto. Era a minha meta, mesmo que inconsciente, representar a nossa cultura, que é tão pouco difundida”, conta.

Atualmente com o “Sr. Brasil”, na TV Cultura, o apresentador recebeu a reportagem de IMPRENSA em sua casa, na Granja Viana (São Paulo), e contou sobre o começo de sua carreira, sua relação com a música, televisão e com a cultura brasileira. Em sua trajetória constam 35 novelas, mais de dez peças de teatro, 200 obras escritas, inúmeros shows e incontáveis causos contados pelos quatro cantos do Brasil.

Confira o perfil na íntegra com Rolando Boldrin na edição 299, de abril, de IMPRENSA. 

Veja a galeria de foto com Rolando Boldrin:
Crédito: Alf Ribeiro

Assista a um de seus “causos” mais famosos: